27 novembro, 2008

Jex Thoth - Jex Thoth [I Hate, 2008]

Com os Wooden Wand encostados a um canto, a Sra e o Sr. Toth passeiam-se por outros territórios, permanecendo interessados em dispor do espirito dos 70s e a arquitectar sobre os seus ensinamentos. Desta vez numa orientação que adere ao recente revivalismo doom/heavy rock, e que apesar de não ser primordialmente regida por riffs, é certamente inspirada pelos priores Black Sabbath e Pentagram, e não renega influxos prog-rock nem fantasias psicadélicas. A atmosfera de pacto com o oculto é fortalecida pela toada quase sempre melancólica e pela voz ritualista de Jessica Toth. É retro ao estilo dos Witchcraft (Nothing left to die) e downtempo com guitarras bastante fuzzed ao estilo Bardo Pond (Stone evil). Assentando fundações na época em que assentam, dificilmente poderiam ser originais, mas pelo menos parecem-me genuínos e conseguem importar e misturar de forma hábil alguns dos melhores componentes da época.

11 Comments:

At 27.11.08, Blogger ::Andre:: said...

Isso de se ser genuíno... Quando um gajo gosta parece-nos sempre genuíno. Mas, Witchcraft meets Bardo Pond parece-me muito interessante.

 
At 28.11.08, Blogger jorge silva said...

Epá! Eu ando há meses a ouvir isto feito doido!
Não sou muito virado para estas ondas "retro", mas por acaso deu-me para sacar isto e gostei bastante.
E sim, há algo na voz dela que me faz sempre regressar!

 
At 28.11.08, Blogger Crestfall said...

Desde que nos soe bem... :)

Eu já tinha lido coisas boas mas só agora é que o ouvi. A voz dela é do caraças \m/

 
At 28.11.08, Blogger ::Andre:: said...

Achas que vou gostar?

 
At 28.11.08, Blogger naSum said...

Não é para mim pois não crest?

 
At 29.11.08, Blogger jorge silva said...

Uma referência que me vem sempre à cabeça é Jefferson Airplane (quando ainda assim se chamavam em pleno período psicadélico) mas a referência mais insistente para mim na voz dela é a Beth Gibbons dos Portishead.

Já agora Crest: conheces o trabalho anterior (um EP) ainda com o nome Totem? Eu arranjei-o na semana passada e também o tenho andado a ouvir.

 
At 29.11.08, Blogger Sobral said...

Muito, muito bom, adoro isto. Conheci na altura do EP de Totem. Alguns amigos meus não vão à bola com a voz (tb admito que está um pouco alta no mix), mas acho que está com um feeling excelente. E tem o Clay Ruby (Burial Hex) nas teclas.

Na mesma linha, tb vale a pena investigar Blood Ceremony, que saiu na Rise Above.

 
At 2.12.08, Blogger Pedro said...

Fiquei curioso... vou sacar.

pedro nunes

 
At 2.12.08, Blogger Crestfall said...

Oiçam e logo vêem se é para vcs :p

Ainda não ouvi o EP, não o consegui arranjar, se alguém tiver por aí um link... :)

Blood Ceremony já está aqui em espera, Rise Above \m/

Que a voz está por cima na mistura, está, mas eu acho que funciona mt bem assim, é hipnótica.

 
At 2.12.08, Blogger jorge silva said...

Seja feita a tua vontade, aqui tens o link, Crest:

http://rapidshare.com/files/148913008/Totem-_Self_Titled_EP.rar

Enjoy!

 
At 3.12.08, Blogger Crestfall said...

Danka :)

 

Enviar um comentário

<< Home