17 dezembro, 2009

pedais, pedais e mais pedais

Para os geeks do material aqui fica uma foto dos pedais do Omar Rodriguez-Lopéz.




E para que os baixistas não se sintam discriminados - os pedais do Justin Chancellor.

 

Já agora, a opinião em alguns fórums  por aí, é a de que quem abusa da utilização de pedais é porque precisa de esconder o mau guitarrista que é, por isso, e aproveitando a quadra, lanço um apelo - preciso de pedais, montes deles, ok? Antes que alguém note que eu não toco mesmo nada!!!

14 Comments:

At 17.12.09, Blogger Rodolfo said...

pá, se o tipo tem um vocoder na guitarra (Boss VT-1, a caixinha laranja e roxa) temos de lhe dar crédito.

é capaz de ser um bom guitarrista para levar essa avante...

 
At 17.12.09, Blogger ::Andre:: said...

A malta prefere pedais ou pedaleira?

 
At 17.12.09, Blogger Riot Grrrl said...

Pedais (Y) Pedaleiras (N)

 
At 17.12.09, Blogger Rodolfo said...

eu não sei mas sempre fiquei com a impressão que existem os dois e são distintos... um pedal sendo uma daquelas coisa mais pequenas com uma zona onde perssionar (botão ou outra coisa do tipo) e as pedaleiras aquelas coisas maiores com mais do que uma zona onde pressionar (tipo 3 ou 4).

 
At 17.12.09, Blogger ::Andre:: said...

Exactamente... Podes é fazer uma "pedaleira" com vários pedais. Portanto, a malta prefere as pedaleiras com 57 mil efeitos ou ter diferentes e distintos pedais?

 
At 17.12.09, Blogger Rodolfo said...

ah ok, não tinha entendido... eu pessoalmente prefereria ter vários pedais distintos do que uma pedaleira muito completa por vários motivos:

1 - se um pedal avaria é mau mas pelo menos ainda tens os outros... se a única pedaleira que tiveres morrer...

2 - tens mais controlo sobre a coisa; as pedaleiras (salvo algumas excepções) tendem a ter muitas predefinições e a não te dar grande margem de escolha e depois soa tudo ao mesmo ou, melhor dito, soamos todos a Line 6 ou a Zoom, etc, etc...

digo eu que não sou exactamente músico ;) tenho dois pedais (um mau (flanger danelectro) e um assim assim (em600 da behringer)) e um processador de efeitos jeitoso que faz parte do sampler (um SP 404).

 
At 17.12.09, Blogger Hélder Costa said...

tenho uma pedaleira, uma boss gt6, mas tb gosto de pedais, independentemente de pedais ou pedaleiras o q interesssa é ter um bom som, bem definido, pessoal, bem trabalhado...

uma das coisas que mais gosto nos guitarristas é o som que têm, quer os define, e isso dá mto trabalho

 
At 17.12.09, Blogger José said...

E ter um laptop ligado a um Zoom Tri Metal TM01, Boss Digital Delay DD3, Boss Super Overdrive SD1 e um Sherman Filterbank?

 
At 17.12.09, Blogger Crestfall said...

Com tanto pó e ferrugem eu nem consigo ver a guitarra que tenho lá em casa, por isso neste momento não prefiro nada.

 
At 17.12.09, Blogger Sergio said...

Não são definitivamente os efeitos que mascaram um mau guitarrista, até porque, se tiveres muitos pedais tens que saber mexer bem (e perder muitas horas) nos botõezinhos até teres um som de jeito.

Eu cá gosto muito de pedais, tenho algumas preciosidades sem as quais não posso viver como por exemplo o meu tube screamer, o nova delay da TC Electronic e um Stereo Chorus da MXR, entre outros.

Há boas pedaleiras mas é preciso gastar o guito todo duma vez, por exemplo para um G-System da TC Electronic.

É obvio que se quiserem dar muita textura ao som é sempre necessário ter alguns efeitos. Se tocarem blues ou assim já uma guitarra e um amplificador são muitas vezes suficientes.

Só digo uma coisa: toquem muito!!

 
At 17.12.09, Blogger Filipe said...

se falamos de pedais temos de falar dos amplifier.

 
At 17.12.09, Blogger João Veiga said...

eu qd vi a foto do Omar pensei logo "pronto..é sempre o mmo gajo... vou já dizer-lhes para prestarem mas é atenção ao Justin" xD

Quanto a pedaleira VS pedais:

Pedaleiras midi que custam 43724923€ = epic win. Ultra configuráveis e com uma resposta simplesmente perfeita... Só que, pronto, caras e se se estragam, dói um bocado, embora todos os presets se possam gravar no PC e as garantias devem ser bastante longas (suponho eu).

Pedais: são excelentes para uma pessoa perder a cabeça e tentar todas as combinações possíveis e imaginárias :P vários overdrives, vários chorus, filtros de frequência, whammy, fuzz, delays... :(

Como disse o Hélder, o que interessa é gostar e "perder" tempo a encontrar um som que nos diz alguma coisa. E, claro, para além disso não convém esquecer o amplificador que se usa :/ e isto se não se puder utilizar mais que um :x

Sinceramente a única coisa que me chateia nos pedais é o ruído das ligações. Com tantos cabos e fios todos ao pé uns dos outros, se não forem decentes, fica logo tudo estragado... E as alimentações (se tiverem que ser várias) também não ajudam.

Eu cá gosto dos meus singelos overdrive e chorus da boss :P já dão para muita diversão e barulho \m/

 
At 18.12.09, Blogger Sergio said...

Como já foi dito, um bom amplificador é muito importante e, acrescento, uma boa guitarra. Isto é o ponto de partida para um som em condições.

Quanto a amps já experimentei de tudo desde os VST no computador, tenho um Line 6 Flextone II que uso para gravar (dá muito jeito poder ligá-lo à placa de som sem ter que andar com microfones e sem ter que chatear os vizinhos), mas volto sempre ao meu velhinho amplificador a válvulas. Não há nada que supere o som quentinho das válvulas.

Quanto a ruídos na cadeia de efeitos há uma coisa muito importante e que passa ao lado de muita gente... comprem bons cabos!!!! Muitas vezes resolvem uma grande parte dos ruídos que aparecem no vosso som. É obvio que, quanto maior a cadeia de efeitos, mais ruído há no sinal. Há também noise gates que resolvem isso, sendo o Noise Supressor da Boss uma boa solução.

Nem todos os pedais metem ruídos parasitas no sinal. Há coisas bastante silenciosas: o Stereo Chorus da MXR e os efeitos da TC Electronic são muito silenciosos. Já a Boss tem pedais que metem muito ruído, apesar de, inegavelmente, ser das melhores marcas no que prende a preço/qualidade. Não gosto particularmente das distorções/overdrives deles, apesar de funcionarem bem, se conjugadas com coisas de outras marcas. Experimentem usar um Tube Screamer TS9 da Ibanez antes de um DS-1 da Boss... potente!

Boas guitarradas!

 
At 18.12.09, Blogger the_Gathering said...

este Sérgio é um professeur!

 

Enviar um comentário

<< Home