08 fevereiro, 2010

Aquilo que mais gosto...

Vamos por partes: um concerto promovido pela Amplificasom é um concerto onde a Amplificasom é responsável por tudo (negociações, promoção, produção, etc); um concerto agenciado é um concerto onde apenas me certifico de garantir as melhores condições possíveis para x banda, a promoção/ produção fica ao cargo de outro promotor; um concerto recomendado e/ ou apoiado significa que apenas sugerimos esse evento ao público que segue a Amplificasom. O concerto de sexta inseria-se neste último formato.

Aquilo que mais gosto nos Katabatic é o facto de terem algo diferente no meio de tantas bandas iguais. Por vezes parecem-me fora de tempo, os temas terminam sem nos avisarem, certas partes parecem longas demais... Quem lê pensa que são defeitos, eu cá adoro e é nestes detalhes que sempre que os vejo ao vivo não me aborrecem. Os ingredientes estão lá, a maneira de cozinhar é que é muito própria e quando se tem algo cozinhado de forma única ou se adora ou se odeia. Eles não têm nenhum problema com isso, eu também não.

Aquilo que mais gosto nos Löbo é o potencial de se destacarem e afastarem da convencionalidade do pós-tudo. São uma banda nova com temas muito porreiros, têm um concerto coeso, e se acertarem na direcção que devem seguir podem vir a ser uma banda marcante. Os primeiros passos estão dados, venha agora o EP pela Major Label.

Foi uma excelente noite de sons nacionais que embora tenha pecado pelo seu atraso não deixou de ser uma noite bem passada. Voltem sempre Löbos e Katabatics!!!

As fotos são do nosso Jorge Silva.

3 Comments:

At 8.2.10, Blogger Filipe said...

Estou bastante ancioso para ver Löbo na abertura para mono.Sinceramente acho os katabatic ainda mais aborrecidos que o geral das bandas de post rock, não consigo gostar deles, ja ouvi ep, ja vi 2 vezes ao vivo e só me conseguem provocar um valente bocejo. O ep dos Lobo ja está à venda nos concertos?

 
At 8.2.10, Blogger Daniel said...

Nesse imenso cozinhado pós-rock em q umas vezes se é carne e outras peixe, os miúdos Katabatic são a escolha vegetariana q ñ abunda por aí.
Têm algo de estranho, tal como o é para muitos um menu onde ñ conste carne ou peixe.
Eu gosto à brava de fruta e legumes!

 
At 8.2.10, Blogger Tiago Esteves said...

Tb n gosto de Katabatic. Qt a Lobo n estava à venda ainda no Montijo e fdx deram um concerto pequeno, mas que cd segundo valeu por minutos.

 

Enviar um comentário

<< Home