19 fevereiro, 2010

Little Boxes

Tal como os tópicos com o título /\RTE servem para partilhar os cartazes mais bonitos que se fazem por aí, os Little Boxes serão dedicados à arquitectura. Adoro esta arte, a maneira como une e projecta a paisagem e o ambiente no qual habitamos é...arte. Segue em baixo um primeiro exemplo, partilhem outros também.






Ps: Algum arquitecto por aí?

25 Comments:

At 19.2.10, Blogger António Matos Silva said...

wow, isso é uma casa? quero ser rico e casado com uma arquitecta :D

acho que o projecto que funde naturea/ambiente com arquitectura mais mind-blowing que já vi foi este: http://ipt.olhares.com/data/big/145/1454856.jpg. e é em guimarães!

 
At 19.2.10, Blogger Mafarrico said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 19.2.10, Blogger Mafarrico said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 19.2.10, Blogger João Veiga said...

Tadao Ando <3

 
At 19.2.10, Blogger ::Andre:: said...

António, isso é sério?!

Mafarrico, arquitectura sem arquitectos é como música sem músicos.

 
At 19.2.10, Blogger Susana Quartin said...

Onde é isso?

 
At 19.2.10, Blogger O Cardoso said...

A casa fica na Suiça chama-se Villa Vals e é feita em conjunto pela SeARCH e pela Christian Muller Architects.
http://www.search.nl/
http://www.christian-muller.com/

 
At 19.2.10, Blogger Larissa Andrade said...

o que acontece à chuva que desliza pelo terreno e intercepta a casa? Mas mt bem, bela casa sem dúvidas!

 
At 19.2.10, Blogger ::Andre:: said...

Nos próximos posts mencionarei o arquitecto e a localização. De resto, o Cardoso já respondeu.

 
At 19.2.10, Blogger ::Andre:: said...

Nos próximos posts mencionarei o arquitecto e a localização. De resto, o Cardoso já respondeu.

 
At 19.2.10, Blogger António Matos Silva said...

André, é sério sim :) Em plena Serra de Fafe, entre a cidade do mesmo nome e Cabeceiras de Basto, situada na região norte de Portugal, encontra-se uma casa que anda a despertar a curiosidade dos internautas de todo o mundo pela sua originalidade. Construída entre quatro rochas gigantes, a Casa do Penedo é mais do que uma residência rural perdida no interior de um pequeno país na orla ocidental da Europa.

Leia mais: http://obviousmag.org/archives/2009/12/casa_rochedo.html#ixzz0g02rl4dY

Curtia passar lá uma noite ;)

 
At 19.2.10, Blogger Saturnia said...

Admiro bastante a obra deste grande Senhor: Frank Lloyd Wright

Para quem o desconhece aconselho a dar uma grande vista de olhos pela sua obra... comecem pela "Casa da Cascata" =)

É mais forte que eu mas admiro também o grande Gaudí e por ter conseguido materializar as suas ideias inovadoras.

Gosto bastante de Landscape Art (como a arquitectura também está incluída) quem quiser deixar uns nomes de referência...

 
At 19.2.10, Blogger Mafarrico said...

Andre: isso era verdade se fossem os arquitectos a meter a casa de pé. E, obviamente, dos engenheiros civis, nunca se ouve falar. E se o edifício ruir..? Quem vai preso? O engenheiro pois.. Mas a fama e o proveito tem-na o arquitecto.

 
At 19.2.10, Blogger Nuno Lobão said...

Estudante de arquitectura aqui ;D

 
At 19.2.10, Blogger av said...

"Casa no Gerês", Obra de Graça Correia e Roberto Ragazzi

http://i.olhares.com/data/big/278/2783949.jpg

http://www.por.ulusiada.pt/Upload/Noticias/48033fd62a22b.jpg

http://rachelgallois.files.wordpress.com/2009/03/geres.jpg

http://www.oasrs.org/conteudo/agenda/Fernando%20Alda%20(15).jpg

 
At 19.2.10, Blogger jorge silva said...

Saturnia:
Mencionaste logo dois que estão no meu top também - acho que a casa da cascata foi a primeira "casa" que me marcou quando andava a estudar. E o Gaudí... bem, foi qualquer coisa quando finalmente pude ir a Barcelona ver aquilo tudo ao vivo!

 
At 19.2.10, Blogger ::Andre:: said...

Mafarrico, o John Cage, por exemplo, tem discos dele tocados por outros. Foi ele que desenhou e projectou a obra, outros executaram.

Não creio que seja cliché mencionar o Gaudi, ver tudo aquilo ao vivo é mesmo algo...

 
At 19.2.10, Blogger ::Andre:: said...

Landscape art ou land art, podem atirar links se quiserem que também me interessa.

 
At 20.2.10, Blogger apf said...

quando se fala de land art tem que vir à baila o nome de christo e também não podemos esquecer a sua mulher jeanne-claude, que infelizmente morreu há pouco tempo. como gosto muito de land art sigo, sempre que posso, este grande artista. também se podia falar de arquitectura musical, o arquitecto nicola basic criou alta obra incorporando um orgão numa zona pedonal na Croácia.
http://www.youtube.com/watch?v=wRgQzIdVi8M

 
At 20.2.10, Blogger João Veiga said...

lol quem é que falou dos engenheiros? *facepalm* Dizer que são os eng civis que põem os edifícios de pé é um bocado lol. O que eu percebo é que, no fundo, o arquitecto tem a ideia, sabe a envolvente e tem de ter mil e uma noções de estética, sociais etc mas depois precisa de um reality check feito pelo engenheiro em relação ao custo da obra, construção, materiais etc :P

No fundo os dois têm é de trabalhar bem juntos para não haver as idiotices que ainda hoje insistem em aparecer. A arquitectura não é só a estética e acho que é isso principalmente que o André quer deixar claro aqui. Enquanto que o engenheiro se tem de preocupar essencialmente com a parte mais prática, tem de ser (ou devia) o arquitecto a projectar o significado do edifício hm

Não sei como funciona em civil, mas sei que em arquitectura os cursos ainda variam muito de escola para escola, o que tem o seu lado interessante. Há aqueles que são mais virados para a inovação, outros que são mais pseudo-civil e os que são tipo escola antiga que segue a doutrina de este ou aquele arquitecto.

 
At 20.2.10, Blogger Luis said...

Estive na Falling Water do Frank Lloyd Wright no ano passado - e acreditem que é ainda melhor que nas fotos. Tem alguns pormenores interiores com o objectivo de trazer a natureza para dentro ou a casa para fora interessantíssimos.

É sem dúvida um marco no modernismo / contemporâneo da arquitectura e um bom ponto de partida para explorar essa fusão interior / exterior.

Mas e coisas mais radicais, algumas sugestões?

 
At 20.2.10, Blogger O Castrador said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 20.2.10, Blogger O Castrador said...

Veiga: reduzir o engenheiro ao "reality check" é que é um bocado lol. Obviamente que quando se diz "por um predio de pe" nao se vai chegar a uma reducao ao ponto de dar glorias aos trolhas; se bem que também nao e um arquitecto que zela pela segurancas destes num estaleiro. Quando se fala em engenharia fala-se em conceber a estrutura, dispor colunas, preparar o terreno para a receber, gerir a obra, etc. Nao podemos comparar isso nem a musica nem pintura etc; fazer instrumentos ou tintas e pinceis nao mata ninguem. Quando o arquitecto tem a ideia, por muito ou pouco inovadora que seja, alguém vai ter que saber como a concretizar...e ai sim entram os engenheiros. O predio pode ser bonito, pode ser feio, pode estar bem integrado, pode ser funcional...ai concordo, sao familiarizacoes que cabem ao arquitecto. Mas isso pá, ate tu conseguias fazer um desenho muita lindo e eficaz em algumas tentativas. Po-lo de pe, nao vais la como arquitecto. Se o arquitecto precisa desse reality check entao esta esta mesmo visto que nao pode agir sozinho. E se conheces arquitectos decerto ja te viste confrontados com atitudes tipo birra, em que isto "tem" que ser assim e "aquilo" tem que ser assado. Nao vou dizer que sao todos, mas tambem nao disse aqui que nao eram precisos. Tambem so se compra um quadro se se quiser e ninguem tem que aturar merdas de gajos que descambem pa prima-donas. So digo que qualquer obra nao existia sem o engenheiro, e, se discordares disso, entao da proxima vez que um predio cair, culpa o arquitecto bandidolas que nao compactou o terreno; e quando ficares com medo ao passar por baixo da pala do pavilhao de portugal na expo pensa no arquitecto bandidolas que "teve sorte" ao projecta-la.

 
At 21.2.10, Blogger João Veiga said...

sim, "reality check" foi um bocado exagerado, porque a ideia era incluir isso tudo -> tornar a obra possível e segura.

Isso das birras... pois xD

Mas eu tenho mesmo a ideia que há cursos de arquitectura com uma componente de eng civil forte. Agora, se calhar na prática isso não serve de nada, porque nem eles ligam muito àquilo. dunno. Desconheço o ambiente de trabalho entre eng civis e arquitectos mas gosto das descrições que ouvi de qd o engenheiro vai ver a obra e, lá está, leva com as birras :P

 
At 22.2.10, Blogger Scapegoatt said...

Penso que mts de voces devem conhecer o arquitecto britanico Sir Norman Foster, pelas suas obras vanguardistas e cheias de imaginação e criatividade. vale a pena ver =)
http://www.fosterandpartners.com/Practice/Default.aspx

 

Enviar um comentário

<< Home