18 março, 2009

Buried Inside - Spoils Of Failure [2009]

Gosto quando o impacto de um disco é imediato e me deixa impressionado logo à primeira audição, mas os álbuns que vão maturando e crescendo à medida que se multiplicam as audições acabam muitas vezes por ser até mais recompensadores.
Ao contrário do que aconteceu com o Chronoclast [2005], este não me atingiu à primeira. Quer dizer, eu gostei logo bastante do que ouvi mas não fiquei impressionado, não tanto quanto estou agora, depois de ter absorvido repetidamente a magnanimidade desta obra. Igualmente sólido e coerente em termos musicais, é um disco mais homogéneo em termos de tempos, não há variações abruptas, é a bateria que se exercita em espasmos mais hardcorianos, mas todo o corpo é uno, revoltado, angustiado, arrastado, com a inclinação melódica que lhes é reconhecida, capaz de irradiar uma esperança luminosa admirável. As vozes são mais berradas, com um alcance mais profundo, menos gritadas, fazendo simetria com a monolítica parede sónica erigida com a preciosa ajuda do Kurt Ballou. Aquilo que narram, pela amostra do conteúdo lírico da II e da V no myspace da banda, continua a ser pertinente, confrontacional, aparentando ser ainda mais elaborado e até algo abstracto, contribuindo para que Spoils Of Failure seja uma oferta completa e poderosa. Uma para os anais do ano.

13 Comments:

At 18.3.09, Blogger Susana Quartin said...

Tenho este álbum para ouvir há umas três semanas. Até o pus no zen, mas até agora não calhou pegar nele...

 
At 18.3.09, Blogger Zatoichi said...

Bomba atómica este album. Abanou-me as fundações todas _D

 
At 18.3.09, Blogger ::Andre:: said...

Também ainda não peguei nele...

 
At 18.3.09, Blogger naSum said...

Vale muito a pena. Para já um dos albums do género do ano

 
At 18.3.09, Blogger Ricardo said...

GRANDES!
Por acaso comigo foi o oposto o Chronoclast deixou-me logo de boca aberta. Este tem sido mais devagar mas é genial tb

 
At 19.3.09, Blogger Crestfall said...

nas, não apenas do género...

Oh Ricardo, então não foi o oposto, foi exactamente isso que eu escrevi e que me aconteceu :)

 
At 19.3.09, Blogger ::Andre:: said...

Tou a curtir, mas se não insistir no play vai-me acontecer o mesmo que com o de Celeste: passar ao lado

 
At 19.3.09, Blogger naSum said...

Oh crest sabes que eu tenho os meus gostos muito alargados quanto à musica lol

 
At 19.3.09, Blogger Crestfall said...

Ui ui, eu diria mais duvidosos :p

 
At 19.3.09, Blogger Ricardo said...

Tens razão Crest. É o que dá tar na net em vez de estar a trabalhar lol

 
At 19.3.09, Blogger Susana Quartin said...

Só precisava de um empurrãozinho, hoje já o ouvi a caminho da faculdade e a primeira impressão foi muito boa, apesar de nem sempre estar a prestar a atenção devida.

 
At 19.3.09, Blogger naSum said...

Ainda não ouvi este a caminho da faculdade. Tenho que experimentar :P

 
At 22.3.09, Blogger Neuroticon said...

A mim ainda não captou. Já o comecei a ouvir umas boas 15 vezes mas acabo sempre por mudar, torna-se chato...
Estive mesmo para desistir mas como vocês curtiram depositaram-me alguma confiança no bicho! ;)

 

Enviar um comentário

<< Home