03 agosto, 2009

Valeu?

15 Comments:

At 3.8.09, Blogger P1n7o said...

Valeu pelo convívio (ou cumbideo) e pela festa...
Vi bons concertos mas não passou disso!

Sean Riley foi bom,
Strange Boys caga...
Patrick Wolf, "nhé"

The Horrors foi engraçado,
Supergrass assim assim,
Franz Ferdinand surpreendeu, despacharam a This fire e a Take me out na primeira meia hora e conseguiram manter o nível depois...

Portugal, the man foi porreiro,
blood red shoes passou-me ao lado,
peaches foi festa,
NIN foi bom, mas morreu a meio... em coliseu aquilo poderia ter funcionado mas num festival depois de horas de concertos achei um tiro no pé!

foge foge só vi o final...
the right ons puseram-me a bater o pé,
Jarvis tem pinta.
The Hives foi descarga de energia, iguais a eles mesmos, depende é da tolerância de cada um para o paleio e "arrogância" do Pelle, eu como acho piada curti bastante, para mim o melhor concerto!

 
At 3.8.09, Blogger gangrena said...

Valeu pelo convívio, também acho. O cartaz era uma valente javardíce mas deu pra passar o tempo. Encore de NIN é mentira, foi uma pena, no Coliseu foi muito melhor. E The Hives deram o pior concerto que já os vi dar. De resto, Mundo Cão e The Right Ons, facepalm. O resto foi giro.

É sempre Paredes de Coura (:

 
At 3.8.09, Blogger Saturnia said...

e Howling Bells alguem viu?

 
At 3.8.09, Blogger Tiago said...

Valeu pelo convívio, e alguns concertos e bandas que nunca tinha ouvido e me surpreenderam. E este ano, havia menos lixo que no ano passado, não havia uns Teenagers, por exemplo. E este cartaz foi melhor que 2007.

Destaque-se os Nine Inch Nails para melhor concerto do festival. Era tudo o que esperava, grande entrega, a Hurt é que não devia ter fechado. E os encores que se lixem. A set foi muito boa. Encore é show off. Temper Trap foi uma boa surpresa e os Portugal. The Man estiveram mesmo muito bem, segundo melhor concerto do festival, Foge Foge Bandido foi mesmo muito bom, nunca pensei que fosse correr tão bem como correu, a abrir um dia e em festival, houve encore e tocou mais tempo que qualquer outra banda naquela situação. Muito bom. Também gostei bastante do Jarvis Cocker. E houve mais concertos porreiros tipo Patrick Wolf, The Right Ones, Peaches, Supergrass ou Horrors.
Os Mundo Cão estiveram bem, btw.
E não há paciência para os Hives. O ano passado no alive foi a minha escolha para jantar, este ano decidi ver como era. Que banda mais fraca, ritmos e riffs a soar sempre ao mesmo, sem qualquer frescura e cheios de clichés, o vocalista canta mal, fala demasiado e só sai merda. Não aguentei até ao fim.

Nota negativa para o after hours, que nojo. O ano passado tinha sido tão bom, e este ano não tinha nada que se aproveitasse. Só fiz esforço de ir ver os Sizo.

 
At 3.8.09, Blogger Tiago said...

Ah, e os Franz Ferdinand começaram muito bem, mas começou a ficar demasiado morno. Esperava mais.

 
At 3.8.09, Blogger André Forte said...

NIN é que rendeu. Concerto do festival :)

Blood Red Shoes foi o segundo melhor, para mim. (Para ser justo talvez tivesse de dizer Peaches, mas não vou muito à bola com a menina.)

 
At 4.8.09, Blogger João said...

superou as minhas expectativas a nivel de concertos, que nao eram muitas. pensava que ia ser pior.
o som estava meio merdoso para a maior parte das bandas.
gostei da diversidade de hamburgers da zona dos comes.

 
At 4.8.09, Blogger Mountain Goat Productions said...

Howling Bells, Mundo Cão e The Horrors foi engraçado.

É sempre bom ir a paredes, pelo sitío, pela convívio, etc, etc.
Pareceu me estar mais gente que o ano passado, o que pode ser mau... Poderá significar que para o ano teremos um cartaz idêntico ao da edição de 09.

 
At 4.8.09, Blogger ::Andre:: said...

Paredes de Coura é lindo, mas para acampar com amigos não faltam mini-paraísos por aí fora (alguns mais perto do que se pensa). Custa-me ver um cartaz sem arriscar um bocadinho sequer. Compreendo que se tenha que vender, compreendo que seja um negócio, mas uma ou outra banda mais underground (logo mais barata) era de arriscar. Não imaginam os A Silver Mount Zion em Coura? E os Secret Chiefs? E os Fuck Buttons? Eu imagino-os a arrasar o público...

 
At 4.8.09, Blogger Ocelot said...

André, com toda a sinceridade acho que A Silver Mt. Zion não se enquadraria num festival ao ar livre como Paredes de Coura mas sim numa sala como Passos Manuel ou o Fade In de Leiria. Eu por exemplo no ano passado adorei Mars Volta (sou suspeito a falar já que é uma obsessão extrema), mas acho que eles faziam um show muito melhor num Coliseu do Porto por exemplo.


No entanto, bandas como Meshuggah, Eagles of Death Metal, Amorphis, uma banda qualquer que tenha o Mike Patton e Katatonia seriam perfeitas para este tipo de festivais. Nas mais underground sem dúvidas Nebula, Kylesa, Karma to Burn, Big Business, Men Eater, Digamma (quase ninguém os conhece :( ),Bigelf e talvez Queen Elephantine. Isto a minha opinião é claro. :)

 
At 5.8.09, Blogger Crestfall said...

Whatever.

 
At 5.8.09, Blogger Crestfall said...

Ahhh e valeu pelo cumbibio

 
At 5.8.09, Blogger ::Andre:: said...

Acho que qualquer banda resulta melhor num espaço fechado e em concerto próprio, disso devemos estar todos em acordo. Agora eu sou gajo para arriscar que uns Zion deixariam marcas num festival como Coura.

 
At 5.8.09, Blogger André Forte said...

eu sou rapaz para concordar contigo, André. Para todos os efeitos, há muita banda que não tem espaço em nenhum festival em Portugal e que no palco principal de Paredes de Coura faria a diferença. Zion é um grande exemplo, mas recordo-me de outras tantas dentro da cena pós rock que poderiam fazer esse mesmo papel. E quem diz da cena pós rock diz da cena de plantação de batatas.

A verdade resume-se perfeitamente ao que disseste: custa ver um cartaz que em nada arrisca. E a mim custou-me pagar 70€ para ver NIN e mais duas ou três bandas, que os outros concertos pouco me impressionaram.

 
At 8.8.09, Blogger Sasugaya said...

valeu, xD.

Sean Riley foi girito
Patrick Wolf surpreendeu-me e superou todas a expectativas que tinha (surpresa do festival)

Pains embora monótonos, marcaram pelo bom ambiente e pela postura extremamente humilde da banda em palco
Franz Ferdinand......(speechless)

Blood Red Shoes, segunda vez que os vejo, e mesmo assim nomeio este como o concerto do festival (embora seja por razões muito pessoais)
Peaches, grande show, como era de esperar. Não gosto muito dos albuns, mas se ela vier cá sou menino para a ir ver outra vez
NIN, ao contrário do que muita gente já disse, eu achei NIN muito secante e só me levantei mesmo pra ver a wish (que ficou aquém do que tava a espera), mas enfim.

Foge foge bandido, tiveram o único encore merecido do festival (em que voltaram porque o pessoal os chamou e não porque saíram pro "momento de fama")
Hives, energia, entretenimento, saltos, berros, alegria, xD

os restantes ou não vi ou foram nhé, ou foram maus, mas não desilusões como foi NIN para mim.

(PS: Sizo no after hours??? expliquem-me quem teve a ideia....)

 

Enviar um comentário

<< Home