19 janeiro, 2010

Apressem-se que são só mil...


29 Comments:

At 19.1.10, Blogger Susana Quartin said...

Estive quase, quase a perder a cabeça no de $100, mas concentrei-me muito no Roadburn e lá encomendei só o pacote de $32 ($40 com portes), CD/DVD + new Swans digipack CD album on completion.

 
At 19.1.10, Blogger tak said...

pois, roadburn

 
At 19.1.10, Blogger José said...

Gosto das opções de compra.
Por 250$ recebemos o CD/DVD + o próximo CD quando sair + o nosso nome nos créditos como "produtores executivos" + o livro de desenhos + um desenho original do M.Gira a agradecer o nosso dinheiro/apoio.
Sou fã incondicional dos Swans. Mas, acho isto um bocado demais. Se eu pagar 500$ o que é que tenho mais? O MG aparece para jantar? E 1000$? Fica cá em casa uns dias, passa-me a roupa a ferro e leva-me as miudas à escola? Vou mandar-lhe 1500$ para ver se para além do disco ele me pinta o muro da casa que está cheio de musgo.
Já sei que estou para aqui a falar e vou acabar por comprar o pacote de 52$ (O pior é que não espero nada deste disco. Vi-o em 2007 em Londres e foi uma valente seca).
Os Einsturzende também me enganaram em tempos com essa história dos discos especiais só para fãs.
Mas também posso estar enganado, e o disco até pode ser muito bom. Se for esse o caso, depois peço desculpas públicas e pago-te um lanche na Quinta do Paço.

 
At 19.1.10, Blogger tak said...

"na gosta na come"
-avó mami

 
At 19.1.10, Blogger Susana Quartin said...

"Vi-o em 2007 em Londres e foi uma valente seca"

Eu vi-o em 2008 e adorei :|.

 
At 19.1.10, Blogger João Veiga said...

http://www.youtube.com/watch?v=fWeLyp13jv0

isso faz-me lembrar esta cena do Josh Freese :P e, ya, ele vendou alguns dos pacotes de 5000$ e um de 20 000$ (mini gold, massagem, gravar duas músicas com ele,etc) :x

 
At 19.1.10, Blogger Adriano said...

Isto das edições especialíssimas deixa-me meio enjoado. Não que não caia nelas também (comprei a box de vinyl dos isis por exemplo e os LP's nem cabem nas capas ultra-mega especiais mas com um formato errado!), mas acho que é um fraco argumento de tornar comercial/apetecido um produto por ser limitado em número e exagerado em opções que vamos guardar lá na arca da roupa em casa e mostrar aos amigos (ocasionalmente).

Tenho manifestado algum interesse em perceber como a industria vai reagir à morte do formato CD, mas por favor não me metam um pacote com n coisas que se olha uma vez, e deixa-se fechado por não se querer estragar ou usar (tenho amigos que usam o argumento de poderem vender um dia e ganhar dinheiro).

Esta caixa só é ultrapassada pela dos Pixies com um preço estúpido e entulho gráfico (e note-se sou o fã #1 do V. Oliver).

Assim não vamos longe. :)

 
At 19.1.10, Blogger Susana Quartin said...

Meu deus, têm de embirrar com tudo? Ele precisa de dinheiro, e em vez de pedir doações só assim (lembro-me agora dos motw, cujo álbum saiu cá para fora tão rápido devido à doação de $6000 de um rapaz que decidiu doar metade dos seus ganhos no poker durante um mês..se isso não tivesse acontecido provavelmente ainda estariam a juntar trocos) deu-se ao trabalho de ELE fazer estes cds com, digamos, "demos" de possíveis futuras músicas de Swans, que qualquer fã que estivesse disposto a doar o dinheiro apreciará e vai querer ouvir. E o que é que acrescentar o nome no álbum/oferecer um desenho tem a ver com massagens ou o raio que o parta? A edição é limitada porque é ele que está a fazer os 1000, ora a porra!

 
At 19.1.10, Blogger João Veiga said...

Pois... Há muita gente que parece que se esquece que fazer estes álbuns custa dinheiro e não é pouco. Eu adoro edições especiais.

Só pus aquilo do Josh Freese em resposta ao José, porque, sinceramente, eu se fosse milionário, não me importava nada de pagar essas coisas para passar uns dias com um dos meus artistas favoritos, sabendo que também o estaria a ajudar.

Até parece que nunca compraram peças de artesanato, quadros ou qualquer coisa de design (que normalmente são peças únicas) :P

 
At 19.1.10, Blogger José said...

Susana, não estou a embirrar. Só acho é que agora é moda mandar todo o lixo lá de casa em edições enormes e super caras.
Os exemplos são muitos. Mas também só cai quem quer. Eu, por exemplo, comprei a garrafa de absinto dos Coil com dois copinhos (por acaso até trazia um CD, mas isso era acessório). Compro toda a lixarada que os Residents editam (mesmo as bases para copos e um lenço amaricado do concerto do CubeE). Comprei os discos dos Einsturzende só para assinantes....
Eles precisavam do meu dinheiro para editar os discos?? Com contratos com a Mute??? Não me parece! Mas ser fã é isso mesmo. É comprar e só depois pensar... onde é que eu vou meter esta m**** toda.
Então quando o espaço começa não chegar para os 2000 e tal CDs e outros tantos vinis...
Olha... se o disco for mesmo bom pago-te na mesma o lanche. :-)

 
At 19.1.10, Blogger Susana Quartin said...

Mas tu é que meteste as outras bandas ao barulho... estava-se a falar de Swans. Este cd é uma espécie de oferta para quem quer contribuir para o que próximo álbum + tour aconteçam. Tu provavelmente não vais gostar (já que MG a solo foi "uma seca"), mas o DVD traz 2 actuações ao vivo, que se forem parecidas com a do nimas valem 3x o dinheiro que ele pede. Eu não estou a cair em nada, estou a ajudar e ainda ganho prenidnhas em troca. Dava o dinheiro à mesma se não me desse nada.

 
At 19.1.10, Blogger Susana Quartin said...

E o lanchinho é onde? Já podes ir pedindo a tosta mista :P.

 
At 19.1.10, Blogger José said...

Epá... não leves a mal. Não estou aqui para chatear ninguém.
O lanche é na Quinta do Passo. E não é tostas mistas... são éclairs.

 
At 19.1.10, Blogger Adriano said...

São éclairs edição especial?

 
At 19.1.10, Blogger Susana Quartin said...

Não estou a levar a mal, mas parece-me que não estão a compreender o objectivo deste CD/DVD, nem o próprio Michael gira. Leiam o texto todo.

Coisas como "Esta caixa só é ultrapassada pela dos Pixies com um preço estúpido e entulho gráfico." e comparações a outras edições especiais quaisquer tiram-me um bocado do sério.

 
At 19.1.10, Blogger Susana Quartin said...

Gosto de muito poucos doces e eclairs não fazem parte da lista restrita :|. Ide fazer a minha tosta mista.

 
At 19.1.10, Blogger José said...

Quando chegar a minha cópia e a ouvir com atenção depois falamos. :-) A ver se a vou colocar no altar dos discos dos Swans.

 
At 19.1.10, Blogger Neuroticon said...

Acho que isto é um bocado treta.
Ok que ele queira gravar um disco.
Ok que peça dinheiro aos fãs.
Ok que queira oferecer as cortinas lá de casa ou whatever.
Mas o essencial é... Devia fazer isso em nome próprio e não como Swans :|
Pronto, tá dito... crucifiquem-me!

 
At 19.1.10, Blogger Susana Quartin said...

Porquê? Swans é o Michael Gira.

 
At 19.1.10, Blogger José said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 19.1.10, Blogger José said...

Discordo... Swans não era só o Michael Gira.

 
At 19.1.10, Blogger Marcos said...

Eu comprei a edição mais rasca, cd e DVD, e porque não havia a edição só CD.
Gosto muito de Swans é certo mas daí até acreditar que vai sair outro White Light... ainda vão dois passos, o passo de não estar a Jarboe e o passo de o Gira não ter novamente 30 anos, mas isto sou eu a dizer...
Pelo sim pelo não esta LE de 1000 exemplares já faz parte ( ou fará quando chegar) da minha colecção, depois logo veremos...e já é por grande consideração à dedicação do M.Gira à causa, porque se fosse só a avaliar por alguns trabalhos com os Angels Of Light não sei não...
Abraços

 
At 20.1.10, Blogger Neuroticon said...

Os primeiros 2 trabalhos de The Angels Of Light são magníficos.
Susana, Swans não é só o M. Gira, isso é a fangirl dentro de ti a falar :|

 
At 20.1.10, Blogger Carlos said...

Qual é o problema de o Gira não ter 30 anos? Bons artistas só melhoram com o passar dos anos.

 
At 20.1.10, Blogger Susana Quartin said...

Foi ele o criador do projecto e o único membro constante. Só a ele lhe competia dizer "we're done" e era o único com legitimidade para voltar a utilizar o nome. Não estou a dizer que os elementos que estiveram na banda não deram o seu contributo e foram essenciais (especialmente o Norman - que está no line up actual! - e a Jarboe), mas, apesar de ser diferente, era um pouco como se o Chuck tivesse acabado com os Death e agora voltasse e vocês dissessem que não o devia fazer - bullshit.

 
At 20.1.10, Blogger Susana Quartin said...

Já li uma comparação de que "era como se os iron maiden tivessem acabado e voltassem com o steve harris sem o bruce dickinson". Lamento, mas acho que o Steve Harris teria toda a legitimidade para tal. Fundou a banda em adolescente e é e sempre foi o principal compositor. Negarem-lhe o direito ou apontarem-lhe o dedo por continuar com a banda da sua vida seria uma parvoíce pegada.

 
At 20.1.10, Blogger Neuroticon said...

Eu acho que quando se acabam as bandas, elas deveriam permanecer enterradas. Não acredito em ressurreições, de nenhum tipo :p
Sinto que ao se acabar uma banda existem muitos elos que são quebrados, e quer queiramos quer não, não houve um único caso em que um ressurgimento nos desse uma maravilha. Há ressurgimentos competentes. Além disso as bandas tem um timing.
Os Swans pertencem aos 80's e 90's. Nos 00's a expressão artistica do Gira é Angels Of Light.
Não sei se a arte pode ser muito descontinuada "ah, agora vou fazer isto e depois aquilo"
Mas isso sou eu a falar porque para mim, nenhuma banda deveria ressuscitar, mas eu sou muito classicista :p
Se calhar quando sair o disco vou amá-lo (e é bem, bem provável) :)

 
At 20.1.10, Blogger Carlos said...

A música é intemporal, os Swans não "pertencem" aos 80's nem aos 90's, até porque sempre foram uma banda que não se dedicou a um só estilo de música, estiveram sempre em constante evolução. Tenho plena confiança no M. Gira e acredito que ele possa trazer algo de novo. Neuroticon não te lembras dos Earth? O ressurgimento deles não nos deu uma maravilha, deu-nos duas, diria até melhores que qualquer coisa que o Dylan tenha feito nos 90's.

 
At 21.1.10, Blogger João Veiga said...

que raio... Alice in Chains alguém? hmm..pois. Vão se lá lixar com isso das bandas depois de acabarem ficarem enterradas :P Se os homens continuam com força e voltem a ver a luz, que venham.

Quando se têm ideias, acho que faz todo o sentido continuar ou voltar

 

Enviar um comentário

<< Home