21 julho, 2010

Senhores da Rádio

Sempre tive o bichinho da rádio. Pessoas como o Nuno Markl, ainda em criança, fizeram-me ter vontade de sintonizar aquela frequência, àquela hora, todos os dias.

Depois, descobri a rádio como importante veículo de divulgação musical. Comecei com o António Freitas, já que o metal era - e é - o meu estilo de eleição. Com o tempo, fui ouvindo mais e mais programas, como o MQ13, o Indigente, a Hora do Coyote... Até descobrir o António Sérgio.

Já fui um pouco tarde, na altura ele estava relegado para um horário tardio na Comercial, a fazer a Hora do Lobo. Tantas horas que passei a ouvi-lo. E tantas vezes me lamentei de ser um gajo tão novo e ter perdido tanta coisa histórica do homem.

Infelizmente, os programas de autor são uma coisa do passado. Lamenta-se a perda de pessoas com o António, o Peel lá fora, o relegar de programas tão bons como o Bons Rapazes ou mesmo o Alta Tensão do Freitas. E rádios como a Radar são pequenas demais, ou até subaproveitadas. Vale-nos malta como o Ricardo Guimarães do IndieFrente, ou até da minha casa, a Rádio Zero.

Há algum programa de rádio que sigam atentamente e que vos faça pensar 'quero fazer rádio'?

14 Comments:

At 21.7.10, Blogger 王美妹 said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At 21.7.10, Blogger Scapegoatt said...

A rádio continua a ser um um grande meio de comunicação/divulgação. Existem ainda bons programas independentes em rádios regionais/locais. Eu faço um programa de autor desde 1998 =)
António Sergio? É e sempre será para mim o maior radialista/locutor de sempre em Portugal. Ele não é o pai, é o avó no que diz respeito a divulgação do rock mais underground.

 
At 21.7.10, Blogger vincent moon said...

claro que é. também ando há quatro anos na rádio zero e nada bate a rádio :)
mas lá está, falha a nível nacional, porque a nível regional/local temos muita coisa, felizmente.
já agora, fazes rádio onde? :)

 
At 21.7.10, Blogger Hélder Costa said...

O Nuno Calado é o melhor radialista português neste momento, havia o António Sérgio que era o mestre e o Nuno Calado, agora há só o Nuno Calado

 
At 21.7.10, Blogger Alex said...

curto "milhões" o "Bons Rapazes". Boa música, boas conversas. Gostava de fazer algo do género.

 
At 21.7.10, Blogger Scapegoatt said...

vincent moon, faço na Rádio Clube de Penafiel, que em breve vai ter um site novo pois o antigo é do tempo dos Afonsinhos do Condado :P
Faço por puro "amor à camisola"

 
At 22.7.10, Blogger feedback said...

Vindo de uma cidade do interior de Trás-os-Montes onde não havia um acesso facilitado à música, virei-me muito cedo para a descoberta da rádio. Os programas de autor nas rádios locais foram uma escola… conseguia sintonizar pessoal que se dedicava ao metal, outros ao gótico, outros ao rock. O bichinho da rádio começou aí e de repente já tinha, também eu, um programa de autor que se mantém até hoje. Tudo por muito “amor à camisola” como refere o scapegoatt…

A Antena3 também foi um veículo muito importante, passava as minhas noites com o Álvaro Costa, Nuno Calado, Henrique Amaro e António Freitas. Muitas noites colado ao rádio para gravar em k7 as novidades :)

 
At 22.7.10, Blogger ::Andre:: said...

Nao ouço radio ha tanto tempo que ate tenho vergonha de participar neste topico. Quando o Antonio Sergio morreu eu disse que a radio tambem ia com ele e para mim foi o que aconteceu. Os interesses e os habitos sao outros, era ele que ainda me fazia desligar o cd...

 
At 22.7.10, Blogger IndieFrente said...

Vincent Moon, muito obrigado pela menção ao IndieFrente, andamos á três anos eu e o João Pacheco a tentar levar a quem quiser ouvir o que muito é desconhecido e que tem toda a qualidade necessária para ser difundido em rádio....

isto também é possível graças a quem connosco colabora, nós dá apoio e claro, nos incentiva, o que nos dá ainda maior vontade de continuarmos com o nosso trabalho.
É graças também a certas entidades musicais que o IndieFrente também cresceu.

Infelizmente, neste momento em Portugal, a prioridade a programas de autor é cada vez mais complicada.... há que lutar e continuar a impor uma corrente de rádio de autor como foi implementada por um grande senhor que infelizmente já cá não está...
Neste momento, também nos debatemos para puder continuar com o nosso formato de duas horas, e iremos consegui-lo, com trabalho.

gosto muito de ouvir a antena 2, gostava de ouvir alguns programas há uns anos atras do markl, soltava umas gargalhadas...gosto de ouvir por vezes a antena 3, a oxigénio, a radar, isto a nível de rádios de difusão nacional...

Mas posso dizer o que me levou a mim ao João e também ao Filipe foi a vontade de querer ouvir na rádio aquilo que descobríamos por vários meios de informação... ou seja uma ideia quase ingénua que muito provavelmente é a base de muitos programas de grande qualidade que por ai andam e que se fazem noutras radios,na radio zero, nas radios universitarias,e que merecem toda a consideração.

Obrigado pela atenção dedicada e bom tópico, este :)

 
At 22.7.10, Blogger IndieFrente said...

Scapegoatt, és de Penafiel?

 
At 23.7.10, Blogger Neuroticon said...

Scapegoatt, és o gajo da rádio Penafiel??
Eu sou do marco, por isso já te ouvi muitas vezes ;)

 
At 28.7.10, Blogger Scapegoatt said...

Só agora é que vi as mensagens. Sorry. Sim, moro em Penafiel. E tb já morei no Marco. E tambem no Porto... Okay, sou meio nomada :P

 
At 28.7.10, Blogger IndieFrente said...

Como se chama o programa que fazes Scapegoatt ? Quero ouvir isso !

 
At 29.7.10, Blogger Scapegoatt said...

O programa chama-se "Radiações"
De Sábado para Domingo das 00.00 às 02.00
As edições de Agosto são transmitidas apenas com música. Setembro volta ao formato normal com alguns comentários meus. =) Obrigado pelo interesse.

 

Enviar um comentário

<< Home