05 maio, 2009

Quem viu Minsk nesta tour ficou encantado, ele não é excepção

"Arrived this morning... who needs sleep? It is so good to be here. Just watched Minsk. They were awesome! Catching up with old friends. This is going to be overwhelming! So many folks, so many sets of amazing sound, not enough time. Onward."
Steve Von Till @ Roadburn

foto: JCS

11 Comments:

At 5.5.09, Blogger Crestfall said...

Na fábrica, o pano terá de ser colocado no tecto :D

 
At 5.5.09, Blogger Luís Pires said...

No Tranmission foi fenomenal, aproveitem.

 
At 5.5.09, Blogger prla said...

No Transmission, não havia pano.

Em contrapartida, houve um concertão. :)

 
At 5.5.09, Blogger André Forte said...

foi o melhor concerto que vi em dois anos, sem exagero.

Se não fosse alguns pormenores, tinha sido a noite perfeita.

 
At 5.5.09, Blogger gangrena said...

"No Transmission, não havia pano.

Em contrapartida, houve um concertão. :)"


ahah true :D

 
At 5.5.09, Blogger Daniel said...

A voz do guitarrista foi sofrível e o baterista brindou a vilanagem c dois ou três pregos bem cravados, mas fodaaaaaaa-se!
Q arraso!
Pedro, manda mais!

 
At 5.5.09, Blogger Pedro said...

Começou num pesadelo...mas terminou num sonho. Pessoal 5 estrelas os Minsk e que grande paciência tiveram com os problemas trazidos pelo agente do booking, pois andaram completamente à nora nessa digressão sem qualquer tipo de ajuda desse tipo. Os Ketha é algo para esquecer. Tenho pena deles e bem sei que não foram os responsáveis por tudo o que tem acontecido nesta tour, estando directamente responsável, lá está, esse tal agente polaco que deu mais dores de cabeça que outra coisa a todos nós promotores ibéricos e respectivas bandas envolvidas. A banda polaca teve um pequeno percalço na viagem para Lisboa, cuja carrinha avariou em Espanha, em Trojilo, ficando retidos naquela localidade, o que levou a que os Minsk tivessem chegado bastante tarde, 5 horas após a hora marcada. Infelizmente todo esse pesadelo foi vivido com maior intensidade em Madrid (onde os Minsk só tocaram uma música) e que, felizmente, finalizou em Lisboa (onde dei livre conduto para a banda tocar até querer e pedi ao Bruce para actuar também) pois o concerto foi sem palavras. Por momentos relembrei o que vivi à uma semana atrás, no Roadburn. Lamento a todos os presentes esses imprevistos mas nós promotores ibéricos temos tido bastantes problemas desde a confirmação dos Minsk na Península Ibérica à um mês atrás (que agente tão lento e irresponsável) e desde então foi uma correria para fazer um trabalho que geralmente demora 2 ou 3 meses. O concerto dos Process Of Guilt começou à hora marcada, 22h45. Os check sound só tiveram início às 21h00. Agora imaginem fazer isso tudo 5 horas após as horas marcadas para tal efeito. Mas felizmente todos tiveram excelentes, staff técnico, os PoG e claro os Minsk.

Todos os que precisarem de dizer ou queixar-se sobre os problemas que aconteceram na data de Lisboa estejam à vontade para desabafar. Terei isso bem em conta e anotado para que numa próxima as cenas corram melhor. Mas espero, acima de tudo, que tenham gostado, pois para mim é o mais importante.

Obrigado a todos os que estiverem presentes ainda por cima no dia que era. Venha mais.

 
At 6.5.09, Blogger prla said...

Pedro: parabéns pelo teu trabalho. Quando mesmo com precalços, contratempos e incompetências alheias se consegue uma noite como a de ontem é porque houve algo especial e se pode dormir descansado: fez-se um excelente trabalho.

Venham é mais! :)

 
At 6.5.09, Blogger Pedro said...

E mais virão. :)
Mas que foi um concerto do caralhão lá isso foi. Eram 5 da manhã e eles ainda queriam ir à praia vê lá tu. Que passados. Só por volta das 6 da manhã deixei-os na pensão.

 
At 6.5.09, Blogger amebix said...

Só para informar que aquilo não era um pano,mas sim uma projector.
Esta vai para os post mais inuteis que já deixei neste tasco.

 
At 7.5.09, Blogger ::Andre:: said...

Não é inútil, é um informação interessante. Também pensei que fosse um pano...

 

Enviar um comentário

<< Home