09 dezembro, 2009

Metal 1980 - 2009


Roubei este quadro do site do SOMA. Não faço a mínima qual a fonte, mas achei interessante e pergunto: o que é metal nos dias de hoje? Quais os ingredientes que fazem com que um disco encaixe automaticamente nesse estilo? É que para mim soa a algo passado, principalmente nesta década onde catalogar um disco como metal soa a exercício preguiçoso e preconceituoso. Podemos pôr uns Megadeth e uns Sunn O))) no mesmo saco? E uns Iron Maiden e uns Dillinger Escape Plan?

10 Comments:

At 9.12.09, Blogger Neuroticon said...

Penso que Iron e Dillinger até faz sentido (apesar de só conhecer bem uma música de Iron), Megadeth também, quanto a Sunn O))) ja é diferente, o som deles também é bastante extremo e isso pode aproxima-los das bandas de "Metal"...

Há dias em que o termo Metal só me faz lembrar daqueles parolos de sapatilha branca e vestidos de ganga da cabeça aos pés, com patches de iron maiden e judas priest... Foda-se!
Não pode haver maior zé palas que este estereotipo!

Mas há outros dias em que bandas que inovam, tem a sua costela de metal! Não sei se é exercicio preguiçoso, mas parece-me que cada vez mais há bandas a incorporar outros géneros musicais e a expandir os horizontes do metal, se calhar um pouco á maneira dos Sunn O))) e isso é muito bom!

 
At 9.12.09, Blogger Crestfall said...

Claro que podemos. É descarada a inspiração do Mustaine nos Riffs de Sunn O))) para o novo álbum! E os clássicos de Maiden hão-de ter sempre lugar no coração de qualquer caramelo que tenha a mínima afinidade com o Metal.
A minha inclinação para ouvir coisas completamente fora no universo metal não tem aumentado na proporção em que cada vez oiço menos coisas do metal dito tradicional. Acima de tudo tens muitas bandas capazes de absorver influências dispares que podem convergir em algo a que se possa chamar de Metal. Os Celan, os Om, os Pulling Teeth, são Metal?

 
At 9.12.09, Blogger Adriano said...

Esta temática de tags é mt interessante. Metal é tudo o que falaste sem ser preguiçoso, é apenas cómodo e válido quanto a mim.

Metal é tão válido para catalogar música como pão para aquela comida feita de cereais. Todos sabemos o que é pão e o que é broa. Metal é toda a música que cabe naquela tag, uns mais do que outros, mas a divisão em sub-tags é para quem quer e sabe, para o resto do mundo tanto iron maiden é metal como Sunn O))), o que era interessante é saber pq as pessoas sabem ou pensam o que é metal, e aí as respostas são provavelmente mais interessantes.

 
At 9.12.09, Blogger Kustu said...

Acho que Metal é muito vasto, primeiro evoluiu para vários sub-géneros (Thrash, Death, Black,...), neste momento evoluiu de tal forma que é quase impossível catalogar certas bandas, muito devido à incorporação de outros géneros musicais e às belas mentes dos músicos que não estão presos às fórmulas tradicionais de composição.

Achei piada ao Neuroticon ter falado dos parolos de sapatilha branca e vestidos de ganga da cabeça aos pé, estes são os primeiros a queixarem-se da discriminação pela musica que ouvem e pela maneira de se vestirem, mas são os primeiros a discriminarem os outros, e ainda se auto-intitulam de trve metallheads, se isto é ser metal, então com todo o orgulho eu não sou do Metal. :D

 
At 9.12.09, Blogger Adriano said...

Manowar é metal e usam cuequita de cabedal com ilhós.

Eu gosto de metal e não me identifico com os ilhós, mas que manowar é metal é.

Catalogar é como disse necessário e fundamental para quem procura nova música, um sludge metal faz luz numas mentes noutras não.

Para terminar, metal pode ser MT MT MT MT FOLEIRO :D

 
At 9.12.09, Blogger Neuroticon said...

Eu acho que o metal pode ser O ou um dos géneros mais foleiros, é a verdade. :)

 
At 9.12.09, Blogger tiagón said...

quem fez o gráfico foi o Cosmo Lee, do invisibleoranges.com. vejam lá -- ele fez o levantamento usando a base de dados do metal-archives.com.

http://invisibleoranges.com/2009/12/10000-metal-releases-came-out-this-year.html

o/

 
At 9.12.09, Blogger ::Andre:: said...

Obrigado Tiago!

 
At 9.12.09, Blogger Ocelot said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 9.12.09, Blogger Ocelot said...

É certo dizer que o Metal é o meu género musical favorito mas também é verdade que existem géneros dentro do metal que nem me faz lembrar o diabo. Mesmo com o Rock existe o mesmo "problema", aonde existem sub-generos infinitos tanto no Rock como no Metal.

Por exemplo, sou um autentico comsumidor de Metal Progressivo (detesto caracterizar estas bandas com este rótulo), Post-metal, Sludge, Doom e o Death. Agora sobre Power, Black ou Heavy Metal já não vou muito com a coisa, salvo raras excepções (Iron Maiden, no entanto penso que é mais experimental que heavy metal. No caso dos albums mais antigos deles quero dizer). O grande problema é que acho que quando falamos de metal, isto em relação a quem não está por dentro do metal, interpretam logo o heavy metal (ou mesmo o nu-metal) e que o metal baseia-se apenas nisso.

Para concluir, apesar de Black Sabbath e Cult of Luna não terem nada a ver uma com a outra, é verdade é que ambam têm o metal em comum, mas são bandas que não meto no mesmo saco e os seus respectivos sub-generos não têm nada a ver um com o outro. Agora no caso Mastodon com Baroness, apesar de serem bandas diferentes e de terem tomado caminhos diferentes (Mastodou tomou o caminho de Math enquanto que Baroness ficou pelo Post-metal e mesmo psicadélico) são bandas que já meto no mesmo saco. Na minha opinião é muito relativo e ambíguo quando falamos de metal.

 

Enviar um comentário

<< Home