20 janeiro, 2010

Um ano de Obama

Estava a dar uma vista de olhos nas capas dos jornais de hoje e pelos vistos está tudo (blogs e fóruns também) a fazer um balanço do primeiro ano de Obama. O próprio Aaron Turner (Isis) menciona no blog o seu descontentamento. Convicções à parte, alguém alguma vez na sua inocência pensou que o Barack pudesse mudar o que quer que fosse em tão pouco tempo?

19 Comments:

At 20.1.10, Blogger Pereira said...

Hmm...realmente é preciso ser muito inocente para esperar uma "revolução" em tão pouco tempo. Espero que o resto do mandato corra bem, e até estou cautelosamente confiante, mas obviamente que não estou a espera que ele "resolva" tudo em 4 anos...

 
At 20.1.10, Blogger Carlos said...

Algo que muita gente não sabe é que uma pessoa não pode mudar o mundo.

 
At 20.1.10, Blogger António Matos Silva said...

infelizmente, acho que o mundo inteiro. e acho que o próprio obama e os seus gestores de campanha. aliás, a dita cuja baseou-se muito na ideia de "vamos mudar isto tudo". a pouco e pouco ele tem vindo a conquistar coisas fantásticas - a criação de um SNS, as iniciativas económicas que tem feito, etc -, mas também se tem afundado um pouco nas expectativas. vide: iraque, afeganistão, ausência de copenhaga, guantanamo. e depois há outro problema: a equipa dele não é propriamente feita de craques, olhe-se só para o joe biden.
mas ainda acredito no obama, acho que com mais quatro anos ele vai mudar várias coisas e ajudar a que se assente alguma poeira. acho que o pior mesmo foi toda a expectativa criada em volta dele, toda a gente sabe que os americanos são facilmente fascináveis. de resto, essa capa é fantástica.

 
At 20.1.10, Blogger Cristiano Contreiras said...

Blog altamente imperecivel, inteligente, criativo!

abraço

 
At 20.1.10, Blogger Susana Quartin said...

x2 o que o António Matos Silva disse :).

 
At 20.1.10, Blogger Tiago Esteves said...

SNS, tás-te a referir ao sistema nacional de saúde? é que isso não foi aprovado, alias teme-se que ele perca essa batalha pq com a vitória do Scott Brown em Massachusetts, os republicanos passam a ter poder para vetar essa lei. De resto, a popularidade de Obama nos states tem vindo a decrescer de forma abrupta, o que pode não ser bom sinal. Uma coisa é estar lá e ver o dia-a-dia e decisões do homem, outra é estar aqui a comentar qd não se acompanhamento diariamente as suas decisões. Por isso, a popularidade é um barómetro para perceber que não vai ser fácil a vida de Obama nos próximas 3 anos. Um jornal americano qq, hoje dizia que o próximo ano vai ser o pior da vida de Obama lol

 
At 20.1.10, Blogger António Matos Silva said...

tiago, good point, esqueci-me que isso ainda vai a votação no senado. e aí é que reside o poder, porque o processo pode arrastar-se uns meses largos. ainda assim, é ter fé que alguns republicanos possam votar a favor, tal como aconteceu antes de a proposta chegar ao senado.
quanto ao não estar lá, realmente é verdade... mas há que ter em conta que provavelmente os que deram esta queda abrupta, são provavelmente os republicanos que não gostavam do mccain :p mas acho que é esperar para ver, é verdade que este vai ser um ano muito mau para obama, mas um ano complicadíssimo em termos económicos também não dava para muito mais.

 
At 20.1.10, Blogger tak said...

>>> http://www.youtube.com/watch?v=W3J_QLtYqlk

 
At 21.1.10, Blogger Crestfall said...

Ahah Glenn Beck e Fox News, do melhor que a comédia americana tem para oferecer.

 
At 21.1.10, Blogger tak said...

Vai melhorar, a Sarah Palin ja negociou contracto com a Fox News pa comentadora. Desde os Monty Python que n se juntava uma troupe assim.

 
At 21.1.10, Blogger Alexandre Homem Cristo said...

André, o Aaron Turner refere-o onde? Não encontro o post a que te referes, e gostava de o ler. Se puderes indicar o link agradecia. Abraço,

 
At 21.1.10, Blogger Pereira said...

http://aaronbturner.blogspot.com/2010/01/2009-2010-past.html

 
At 21.1.10, Blogger António Matos Silva said...

melhor só se pusessem o biden a defender os democratas.

 
At 21.1.10, Blogger João Veiga said...

o interessante é que, aparentemente, a popularidade dele só diminui por causa do desemprego (lol...), porque está a tornar os USA num país socialista como a Suécia com aquelas ideias do SNS (lol...) e porque ao ter dado mais poder à entidade que regula drogas/tabaco/álcool, vai proibir a venda daquele tabaco para mastigar ou whatever (lol...)

epa, depois de ver a quantidade de gente feliz com o livro da Sarah Palin e que ela está mesmo a subir em popularidade... o que esperar? :P Um povo também não muda assim tão radicalmente. Ainda há muito redneck por ali

 
At 22.1.10, Blogger Scometa said...

O Obama é a última esperança da democracia no mundo. Com ele morre ou sobrevive este sistema político. Isto pode parecer redutor, mas é tão simples quanto isto.

 
At 22.1.10, Blogger ::Andre:: said...

Que exagero pá. A não ser que apareça aí um Tyler Durden, este é o sistema político que tens. Está tão enraizado na sociedade que seria impossível desaparecer e dar lugar a um novo...

 
At 22.1.10, Blogger Scometa said...

André, atenta nas minhas palavras. A democracia corre sério risco de ruir.

 
At 22.1.10, Blogger Alexandre Homem Cristo said...

Scometa, o lado atraente das visões simplistas e radicais é que nos dão a ilusão de termos uma compreensão total sobre o mundo. O inconveniente é que estão sempre erradas. E nota que anunciar profecias é fácil porque não são passíveis de falsificação. No teu caso, verás que o mundo sobreviverá à saída de Obama da Casa Branca. Por mais que isso te surpreenda.

 
At 22.1.10, Blogger Scometa said...

Sim, "Cristo".

 

Enviar um comentário

<< Home