27 julho, 2010

Shooter Jennings

Quem é Shooter Jennings? Nem mais, nem menos que o filho de Waylon Jennings, nome histórico do country mais fora da lei que alguma vez foi composto. Shooter até começou por seguir as pisadas do pai, quer estética quer musicalmente. Mas eis que a nova década chegou e o rapaz achou por bem arriscar um pouco mais.

E em boa hora o fez. Convidou Stephen King (esse mesmo, o do "Shining") e fez dele personagem, ao invés de lhe pedir para criar. O escritor é Will O' The Whisp, um disco-jóquei de rádio à americana que narra as histórias de "Black Ribbons", o álbum conceptual que Jennings apresentou ao mundo em Março deste ano. Político, controverso, psicadélico e surreal; são palavras que têm sido escritas um pouco por todo o lado para descrever o álbum. Assim do nada, temos as atmosferas dos Pink Floyd, a garra de uns NIN e as jams deliciosas dos Allman Brothers. Tudo em pleno século XXI.

Claro que é um risco, claro que é pretensioso e claro que tem as suas falhas. Mas também consegue ser delicioso e ter momentos tão priceless como este.

Ou deliciosos como este:

Como precipitado que sou, é bem provável que este venha a entrar na minha listinha de 10 do ano.

3 Comments:

At 27.7.10, Blogger Susana Quartin said...

Já estou a arranjar :).

 
At 30.7.10, Blogger Susana Quartin said...

...e a curtir.

 
At 30.7.10, Blogger vincent moon said...

é fixe né? gosto especialmente do toque do stephen king aí, que é bem mais kubrik do que outra coisa. mas o jennings tem jeitinho.

 

Enviar um comentário

<< Home