21 setembro, 2009

Matt Bellamy (Muse) é capaz de ter razão...

Bellamy compara a Internet à rádio e à televisão, defendendo que a "banda larga tornou basicamente a Internet no novo meio de difusão de informação. Este é o ponto que está a ser esquecido", afirma. Mais à frente, detalha como deve ser taxado o tipo de uso que se faz da Internet. "O uso deve ter um valor. Alguém que apenas consulte os e-mails usa uma parcela mínima da banda larga". Por outro lado, "alguém que faz downloads de um gigabyte por dia usa bem mais, mas neste momento pagam o mesmo. É óbvio qual o utilizador que está a atingir as indústrias criativas e é óbvio o que não está. Por esta razão, o tipo de utilização também devia ser taxado adequadamente".

Referindo-se a quem divulga os ficheiros, o líder dos Muse afirma que "as estações de rádio e de televisão têm que pagar uma taxa aos detentores dos direitos de autor (os que gravam e os que editam) para usar material de que não são donos", devendo-se aplicar o mesmo método em relação à Internet.

in 24HZ

8 Comments:

At 21.9.09, Blogger DivineNBright said...

"alguém que faz downloads de um gigabyte por dia usa bem mais, mas neste momento pagam o mesmo. É óbvio qual o utilizador que está a atingir as indústrias criativas e é óbvio o que não está. Por esta razão, o tipo de utilização também devia ser taxado adequadamente".
Alguem o avise que isso já existe.

 
At 21.9.09, Blogger tak said...

Muse sai ainda mais lesado, pois o pessoal pode piratear apenas uma música.

 
At 21.9.09, Blogger tak said...

A piada é que são todas iguais.

 
At 21.9.09, Blogger Crestfall said...

Não marcou 2 golos ontem?

 
At 21.9.09, Blogger Scometa said...

Ele também se deve lembrar que quando não havia internet havia mixtapes e afins. Que o pessoal trocava por correspondência até. Eram as torrents dos anos 90.

 
At 21.9.09, Blogger naSum said...

Ninguém te liga crest :P

 
At 21.9.09, Blogger João Veiga said...

heh eu até gosto deste debate acerca dos direitos de autor e a partilha de artefactos com copyright :) O Matt tem razão, sim, mas visto que os Muse pertencem à Warner Brothers, até acho podre da parte dele vir com estas conversas todas internet-friendly. Não o vi a opôr-se à WB aquando do mega processo VS PirateBay :P Quando alguém estiver muito aborrecido e quiser fazer frente aos colossos da indústria dos media (música,filmes,séries,...), que o faça :P Até lá, "porreiro pá"

 
At 24.9.09, Blogger BAD-RELIGION said...

Ele descubriu a polvora, UAU, internet, vou começar já a utilizar...

 

Enviar um comentário

<< Home