15 outubro, 2009


Há uns anos atrás tinha por hábito ouvir música na rádio durante a noite, adormeci muitas vezes com a rádio ligada. A rádio era uma ferramenta de descoberta de novos sons, ouvia muitas vezes os programas do Nuno Calado, do Álvaro Costa e do António Sérgio.

Em Novembro de 1995 lembro-me que em duas dessas noites fui acordado pela mesma música, uma musica que me soava a algo familiar, a música era a "Over Now", dos Alice in Chains.
Os Alice in Chains, editaram nesse mês o álbum homónimo, também designado por alguns como "Tripod", conhecido por muitos pelo álbum do cão.

A capa foi inspirada no cão que perseguia Sean Kinney na sua adolescência quando ele fazia entrega de jornais. A capa desse álbum poderá ser uma perturbante metáfora visual para o estado da banda na altura, acho que nunca nenhuma capa conseguiu cumprir esta função tão bem, a imagem traduz perfeitamente a música que a acompanha.
O imaginário imagético do álbum não fica por aqui, a contra capa tem a imagem de Frank Lentini, um homem com três pernas, as ilustrações interiores contêm metamorfoses entre animais, uma bailarina com braços de ossos... Seres que não sabem o que são, desconfortáveis na pele que vestem, estas ilustrações são da autoria do ilustrador do séc XIX J. J. Grandville.
Os autores do artwork são Mary Maurer (art director) e Doug Erb (design da capa), a fotografia é de Rocky Schenck.
Ah, este é dos meus álbuns preferidos.

6 Comments:

At 15.10.09, Blogger the_Gathering said...

Serviço publico: http://www.youtube.com/watch?v=5F0sw94NuCY

 
At 16.10.09, Blogger ::Andre:: said...

Nunca fui muito à bola com os AiC, mas gostei de ler este teu post. Continua!

 
At 17.10.09, Blogger Crestfall said...

É o teu álbum favorito dos AiC? Eu cá acho que não chega aos calcanhares do Dirt ou mesmo do Jar of Flies e Facelift... Mas o artwork e esta(s) história(s) que o acompanham são qualquer coisa.

 
At 18.10.09, Blogger pedro said...

compreendo o gosto por este album, também não sendo neste momento o meu favorito deles, foi durante muito tempo! tenho um carinho especial por este album, assim como um carinho especial por esta banda que durante a minha juventude foi uma constante.

 
At 18.10.09, Blogger Scapegoatt said...

"Down in the hole, loosing my sooooul...." =)
Nunca meti esta banda no lote das bandas grunge. Layne Staley tinha uma voz unica. Pena se ter perdido... A rádio continua a ter impacto em mim. No entanto como não havia as facilidades que ha hj, naturalmente não tem o mesmo interesse. Rock and Stock, Lança Chamas, Noites Brancas do Metal, e muitos mais. Guardo com saudade um chamado "Circo Electrico" na Rádio Lidador da Maia. O intro do programa era feito sempre com Wasp. =) Alguem aqui ouvi isto? Muitas cassetes gravei desse programa. Nostalgias a parte, o tempos mudaram. Falta saber se para melhor.

 
At 21.10.09, Blogger Hélder Costa said...

Jorge, o Dirt e o facelif tambéms são dos meus albuns preferidos, sou suspeito de falar dos aic, falei deste album pq adoro o artwork

 

Enviar um comentário

<< Home